qui, 28 de dezembro

Diferenças entre PROCV e ÍNDICE+CORRESP

Quando falamos de funções de busca no Excel, 90% dos usuários estão acostumados com o velho Procv, porém, seria ele sempre a melhor solução?

Sabemos que ele possui algumas limitações que as vezes atrapalham na hora de realizarmos uma função de busca.

A atual sintaxe do PROCV é a seguinte:

postimg11

No qual:

Valor procurado: Trata-se da chave a qual iremos utilizar para cruzar com outra base de dados e trazer as informações que desejamos.

Matriz_tabela: Trata-se de todo o intervalo da tabela no qual o procv irá procurar o valor que desejamos.

Núm_índice_coluna: Trata-se do índice da coluna a qual traremos o valor desejado, contando sempre a partir da primeira coluna da nossa matriz_tabela.

Procurar_intervalo: Aqui indicaremos se essa função irá realizar buscas se baseando num valor exatamente igual ao proposto no atributo Valor_procurado, ou irá se basear em um valor aproximado.

Embora o  PROCV dê conta do recado na maioria dos casos, existem situações nas quais ele sozinho não resolve o problema. E por isso, hoje explicaremos o funcionamento de outras duas funções que quando utilizadas juntas, podem fazer o PROCV comer poeira.

 

Função CORRESP:

=CORRESP(valor_procurado; matriz_procurada; [tipo_correspondência])

valor_procurado → O valor que o usuário deve informar para que a função encontre sua posição.

matriz_procurada → A área onde está o valor_procurado.

[tipo_correspondência] → Argumento opcional, para determinar se o Excel deve procurar o dado que deseja com base exatamente o que foi indicado em valor_procurado ou se deve procurar um valor maior ou menor que o indicado.

 

Função ÍNDICE:

=ÍNDICE(matriz; núm_linha; [núm_coluna])

matriz → área onde estão os dados desejados.

núm_linha → o número da linha onde está o dado desejado.

[núm_coluna] → o número da coluna onde está o dado desejado.

 

Abaixo, apresentaremos como ficaria essas duas formas utilizadas juntas, a primeira vista, pode parecer um pouco complexo, porém, observando o que significa cada atributo como descrevemos acima, você rapidamente entenderá como a fórmula funciona.

Utilizando ÍNDICE + CORRESP:

A aplicação dessas duas funções no cenário abaixo será da seguinte forma:

=ÍNDICE(matriz_dos_dados; CORRESP(valor_procurado; matriz_procurada; [tipo_correspondência]);CORRESP(valor_procurado; matriz_procurada; [tipo_correspondência]))

Na qual:

O primeiro CORRESP trará a linha que estou procurando.

O segundo CORRESP trará a coluna que estou procurando.

Suponhamos que eu tenha o seguinte cenário abaixo e deseje mostrar na célula F3 as vendas respectivas aquela empresa e aquele ano.

postimg12

Após a inserção da função, ela ficará da seguinte forma:

=ÍNDICE(F8:H10; CORRESP(F1;E8:E10;0); CORRESP(F2;F7:H7;0))

 

postimg14

 

Deste modo teremos o resultado abaixo:

 

postimg15

 

O uso do ÍNDICE + CORRESP, nos possibilita ir para qualquer direção em uma busca, visto que através do CORRESP, primeiro determinamos a linha que desejamos com base em um teste lógico e logo após a coluna.

Restou alguma dúvida? Coloque nos comentários!